Quanto tempo de duração é ideal para uma Festa Infantil?

Seu filho costuma se cansar muito nas festas de aniversário? Talvez seja porque elas demoram muito para acabar. No Brasil, aniversário infantil costuma durar quatro horas, seja em casa ou não. É esse o tempo previsto na maioria dos pacotes de buffets e fornecedores de serviços.Em alguns casos, a comemoração pode se estender por até oito horas. Mas será que aniversário tão longo é bom para a criança?
 
A psicóloga Egle Bellintani, do Hospital Beneficência Portuguesa (SP), acredita que tudo depende da idade. “Quanto menor a criança, menos tempo ela aguenta. Festa de 1 ou 2 anos com quatro horas de duração é para os pais, e não para o filho”, diz. Nos Estados Unidos e na Europa, os eventos costumam durar entre uma hora (para as mais novas) até três horas (para as maiores). Por aqui, é comum as crianças precisarem tirar um cochilo no meio do evento, para seguir o ritmo. Como sempre, é preciso analisar o perfil da sua família, do seu filho e dos convidados. No caso de dúvida, o equilíbrio é sempre a melhor escolha.
 

Descubra os temas em alta nas Festas Infantis

Festas infantis são sempre uma delícia! As comidas, docinhos, decoração, músicas e, mais importante, a alegria da criança ao ver tudo isso num dia tão especial para ela. E cada época tem suas festas e temas mais populares, reunimos aqui os temas e personagens mais queridos pelas crianças para suas festinhas.

1. Mickey Mouse

Esse é um tema clássico que ultrapassa gerações, mas recentemente ficou ainda mais em destaque por ter sido o tema escolhido pelo filho do jogador de futebol Lionel Messi para comemorar seus 2 anos.

2. Festa de Unicórnio

Esse tema de festinha está entre os mais procurados recentemente em sites de navegação. Não tem nenhum personagem específico, o legal é que a festa toda remeta ao tema, com arco-íris, nuvens, brilho e, claro, unicórnios!

3. Moana

A protagonista do filme ganhou vários admiradores, inclusive para fazer suas festinhas de aniversário com o tema. Uma festa com esse tema fica ainda mais legal se acontecer em meses quentes, já que o cenário remete à praia e mar.

4. Melancia

Sim, isso mesmo! Esse também está entre os temas mais procurados no Google para decoração de festa infantil, e vai crescendo. A graça do tema é brincar com as cores vermelho e verde, funciona ainda mais para festas de crianças de até 1 ano, que ainda não têm uma preferência por um personagem.

5. Pokémon

Mais um tema que já foi muito famoso e, depois de anos, voltou a chamar a atenção. Nos anos 2000 esse tema atraía meninos e meninas fãs da animação, agora ele voltou com força por conta do lançamento do jogo Pokémon Go.

6. Mulher Maravilha

Essa personagem forte, corajosa e que inspira muitas crianças está cada vez mais famosa nas festinhas de aniversário. E são inúmeras as brincadeiras e decorações que você pode fazer com esse tema!

7. Minecraft

Um dos jogos mais famosos entre essa geração de crianças é também um dos temas mais pedidos nas festinhas. Entrar em uma loja de artigos de festa infantil é sinônimo de encontrar várias coisas com o tema Minecraft.

8. Mundo Bita

O personagem que é um estouro entre crianças menores não poderia deixar de entrar na lista dos temas mais pedidos.

9. Patrulha Canina

O desenho super famoso e querido entre as crianças não poderia deixar de entrar na lista das festas mais esperadas pelas crianças. O tema agrada meninos e meninas de diferentes idades que são fãs da animação.

10. Borboletas e Flores

A temática que remete a um jardim florido cheio de mágica e animais encantados tem sido bastante procurada pelos pais para fazer as festinhas de seus pequenos. E não é pra menos, uma festa com esse tema fica leve e colorida, perfeita para celebrar os primeiros anos da criança.

Fonte: Leiturinha

A SEGURANÇA NAS FESTAS INFANTIS E O PAPEL DOS MONITORES

O monitor de brinquedos é responsável pela conservação dos brinquedos e garantir que as crianças se divirtam e brinquem corretamente. É necessário saber lidar com crianças, ser prestativo, comunicativo e atento.

É papel dele manter a ordem em filas e evitar aglomerações, e criar um vínculo com as crianças para fazer com que elas entendam que o papel do monitor é manter a segurança e garantir a diversão.

Manter uma fila, por exemplo, e estabelecer tempo de uso para cada brinquedo é uma forma de fazer com que todas as crianças aproveitem os brinquedos igualmente.

Separar por idade também é válido, já que os maiores podem machucar os menores sem intenção e, com as filas, fica muito mais fácil controlar.

Já os brinquedos normalmente possuem capacidade máxima de crianças e, por questões de segurança, é indispensável redobrar a atenção para não ultrapassar esses limites, que devem estar fixados nos brinquedos de modo legível e claro, para facilitar a compreensão de todas as crianças e monitores.

Todos os brinquedos também devem ter uma indicação de peso e idade limite. Isso impede que o brinquedo sofra algum dano, o que pode acabar gerando um risco para as crianças.

E.V.A e materiais de espuma e borracha são os mais indicados na hora do revestimento. Brinquedos altos devem ter telas e redes para proteger de quedas.

Outro ponto importante é assegurar que as crianças não entrem em lugares perigosos como a cozinha. Portanto, restringir o acesso das crianças a esses lugares é importante.

Para festas infantis, é indicado que os utensílios utilizados para a alimentação sejam descartáveis. Isso evita acidentes graves, como copos de vidro quebrados.

Além disso, algumas crianças têm aparelhos celulares e tablets que, na hora de brincar, devem ser deixados de lado para evitar que sejam quebrados ou perdidos.

Veja aqui alguns brinquedos necessitam de cuidados específicos:

Cama elástica:

Deve-se checar a rede de segurança do brinquedo e garantir o uso correto da mesma. Crianças com sapato ou que ultrapassam o limite de peso ou altura do brinquedo não devem brincar.

Escorregador:

Garantir que as crianças desçam de maneira correta e sentados no brinquedo. O operador do brinquedo deve ficar no fim do escorregador para garantir que as crianças não se machuquem na saída e que escorreguem com objetos na mão.

Brinquedos infláveis:

A presença de um monitor é obrigatória e as normas do brinquedo devem ser fixadas em lugar visível.

É recomendado que cada brinquedo tenha em média 4 pontos de fixação. Os pontos de fixação são pesos que servem para impedir que o brinquedo caia em cima de uma criança ou saia voando.

Não usar o brinquedo quando estiver ventando acima de 35km/h, porque, acima dessa velocidade, o brinquedo pode se deslocar e causar acidentes.

Brinquedos eletrônicos:

Cronometrar o tempo de cada criança corretamente para garantir que todas aproveitem.

Outro ponto importante é cuidar para que as crianças manuseiem de maneira correta botões, alavancas e volantes nos brinquedos eletrônicos. Atenção redobrada com fios expostos e desencapados que podem machucar.

Brinquedos com altura:

Apesar de divertidos, algumas crianças têm medo de altura e é importante não pressionar ninguém a brincar.

Brinquedos com altura necessitam de cuidados com os equipamentos de segurança que devem ser postos nas crianças e checados antes da brincadeira começar.

Nos brinquedos, em geral, é necessário garantir conforto e diversão para as crianças. Toda festa infantil necessita de monitores, que serão responsáveis pelas crianças durante a festa.

É importante prestar atenção na quantidade de crianças convidadas para saber quantos monitores serão necessários para garantir sua segurança. Além do número de crianças, a faixa etária é importante.

A quantidade de monitores indicada é:

Um adulto para cada cinco crianças de 2 a 3 anos;
Um monitor para cada quinze crianças entre 4 e 6 anos;
Para crianças de 7 a 11 anos, um adulto para cada vinte crianças.

Outro cuidado é pedir para as crianças não comerem nos brinquedos. Além de sujeira, há o perigo de engasgamento se as crianças brincarem e comerem ao mesmo tempo. A comida será servida na hora correta.

Não se esqueça: o papel dos monitores é superimportante para garantir o sucesso da festa! Afinal, a segurança dos pimpolhos vem acima de tudo.

Guia dos docinhos: dicas para não errar na escolha das guloseimas da festa

Os docinhos são as estrelas de toda festa infantil. São eles que encantam os convidados na mesa do bolo – e quase sempre acabam sendo roubados por um ou outro convidado mais afoito. Mas como escolher os docinhos que irão compor a mesa principal.

Quantidade

Segundo a especialista o indicado é calcular de 5 a 7 docinhos por convidados, independentemente do tipo. “É preciso conhecer seus convidados: quanto mais adultos, mais docinhos. Mas é preciso lembrar que se seus convidados tem o hábito de querer levar docinhos, é melhor aumentar esse número para até 10 docinhos por pessoa”, explicou.

Ela completa ainda que não é necessário trabalhar com a relação de um doce de cada tipo para cada convidado. “Nem todos os convidados se sentem atraídos pela pasta americana e mesmo que estes acabem, havendo outras opções não terá nenhum problema, todos comerão os outros docinhos”, afirmou.

Sabores e tipos

Para a chef, o primeiro passo após definir o tema e as cores da festa é analisar quais são os sabores preferidos da criança. Afinal, o gosto do aniversariante deve ser prioridade na composição da mesa, e não apenas o visual final.  De nada vale uma mesa linda, cheia de doces que o próprio aniversariante odeia. Avalie quais são os docinhos que seu filho sempre come em festinhas e em casa, pense na sobremesa preferida dele e nas frutas que mais gosta. Use essas informações para criar sabores inusitados.

Inovar sempre é bom, mas não dispense os clássicos, como brigadeiro, beijinho e bicho de pé. Os hits da temporada também podem ganhar destaque, como brigadeiro de churros, brigadeiro de Oreo e brigadeiro de leite Ninho com Nutella.  “Não podemos esquecer também dos docinhos que agradam as vovós, como brigadeiro de nozes e olho de sogra”, lembrou.

Quando se trata de doces, o principal erro cometido pelos anfitriões é prezar pela quantidade e não pela qualidade. “Às vezes é preferível ter menos docinhos, mas todos deliciosos e que agradem a os convidados, do que ter muitos docinhos medianos que vão acabar sobrando por não terem agradado”, ressaltou.

Apesar de os docinhos tradicionais sempre fazerem sucesso entre os convidados, é importante acrescentar opções variadas para dar mais dinâmica à mesa. As opções de doces clássicos no palito, como cakepop, pão de mel no palito e maçã do amor de chocolate não só agradam pelo sabor como ajudam a enriquecer o visual do cenário. Um truque para conquistar aquele ar de mesa de decoradora é trabalhar com diferentes alturas na mesa, sempre indo do mais alto nas pontas para o mais baixo ao centro. Essa regrinha simples pode ser o seu norte na hora de posicionar as bandejas, baleiros e pratos decorados.

Fonte: Claudia.Abril

Chá de bebê em Buffets Infantis: Descubra as vantagens

Um dos eventos mais aguardados pelas gestantes, seus familiares e amigos é o tradicional chá de bebê. Nessa festa, todos os envolvidos celebram a chegada do mais novo membro da família, com direito a muita diversão e muita expectativa.

Você, que está pensando em organizar um evento deste para a chegada do seu filho, já imaginou fazer o seu chá de bebê em um Buffet Infantil? Essa é a nova tendência do mercado de eventos que chegou para ficar!

Se você tem dúvidas em relação a escolha de um Buffet Infantil para fazer o seu evento de chá de bebê, leia o texto de hoje e conheça alguns bons motivos para realizar o encontro nesses locais especializados!

Tranquilidade na organização

Organizar eventos sempre dá muito trabalho. Organizar eventos enquanto você está grávida pode dar mais trabalho ainda, já que o tempo e a paciência para fazer tudo do jeitinho que você quer são muito menores nesta fase da vida.

Por isto, contar com a ajuda do buffet para organizar desde a decoração até o que será servido na festa pode ser muito importante para que você só tenha que chegar no local e aproveitar a festa!

Várias brincadeiras divertidas

O Buffet é um espaço grande e com várias possibilidades de organizar brincadeiras divertidas para entreter os convidados no chá de bebê. Além do mais os adultos também adoram se esbaldar nos brinquedos e nas atividades infantis oferecidas por estes Buffets, o que irá render boas risadas, fotos e recordações.

Cardápio diferenciado

Buffets Infantis servem, tradicionalmente, um cardápio tipicamente infantil, com foco nos alimentos que as crianças mais gostam. Este tipo de cardápio pode ser ótimo para colocar em um chá de bebê, mas se você prefere algo mais sofisticado ou diferente, verifique a possibilidade do Buffet para organizar o cardápio que você deseja para esse evento.

Desta maneira você não precisa se preocupar com o que será servido e nem mesmo com as quantidades de alimentos e bebidas que devem ser compradas para atender a todos os seus convidados: a equipe do buffet fará isto para você!

Lugar amplo para guardar presentes

No Buffet há espaço específico para armazenar os presentes, a equipe que estará trabalhando no local vai tratar de identificar todas as embalagens com o nome do convidado que levou aquela lembrança para que depois você possa agradecer cada um e saber quem lhe presenteou com o quê.

Não se preocupar com a bagunça

Imagine fazer uma festa e não ter que se preocupar com a limpeza do local após o evento? Esse é um outro motivo para você levar em consideração a ideia de fazer o seu chá de bebê em um Buffet Infantil. Depois de aproveitar tudo, comer bastante e entreter todos os seus convidados, a sua única preocupação é voltar para a casa e descansar.

O buffet infantil deixa a festa no clima para a chegada do bebê

Chás de bebê devem transmitir um clima infantil e de expectativa para a chegada do novo membro da família. Os Buffets Infantis têm um espaço decorado e um clima totalmente compatível com este sentimento que os pais, amigos e familiares estão compartilhando com a chegada da criança.

Fonte: Montagem de Buffet

Saiba qual Música infantil não pode faltar na sua festa!

Quando se fala em planejar a festinha do seu filho, seja de aniversário ou qualquer outro tema, é impossível não pensar na lista de músicas que farão a alegria e diversão da criançada, não é? Por isso, trouxemos uma lista com os maiores sucessos quando o assunto é música infantil para festa. Confira!

Sucessos do segmento de música infantil

Músicas da Galinha Pintadinha

A Galinha Pintadinha está no coração das crianças já faz um tempo, com músicas animadas e até algumas versões de canções que fizeram a infância dos pais, como a do “Pintinho Amarelinho”, a “Baratinha”, entre outras.

Músicas do Mundo Bita

Com canções lindas e inspiradoras, que trazem o mundo dos animais e da fazenda e a importância da natureza, o Mundo Bita faz sucesso entre as crianças! As canções são ideais para crianças menores que 5 anos, pois as letras foram pensadas para apresentar o mundo de um jeito divertido para quem ainda está no começo da vida.

Músicas do Patati Patatá

Patati Patatá também já é um sucesso de anos entre a criançada, com grandes sucessos em releituras de músicas infantis mais antigas, como “Piuí Abacaxi”, “Superfantástico”, “Comer Comer” e outros hits que os pequenos amam!

Música infantil dos anos 80

Agora, além das versões que foram feitas em cima das músicas antigas, é claro que você também pode colocar as originais na festa dos seus filhos!

Músicas do Balão Mágico

Balão Mágico é nostálgico para a maioria dos pais, principalmente por causa das canções. Uma música que não pode faltar é a “Superfantástico”, a mais clássica para as crianças que cresceram nos anos 80.

Músicas da Xuxa

A Xuxa, até alguns anos atrás, ainda estava criando músicas para os “baixinhos”, então você tem uma lista bem grande de canções para escolher. Mas, falando em nostalgia, a dica é apresentar para o seu filho as músicas mais antigas e fazer a alegria da criançada na festinha!

Agora, é só criar uma playlist de músicas infantis para festas

Além dessas opções que trouxemos, você pode utilizar o Spotify, Youtube ou o serviço de streaming que gostar mais para criar a playlist de música infantil para festa e até descobrir mais canções que fazem a alegria dos pequenos!

Apesar de ser bem divertido montar a lista de músicas para a festa, primeiro é necessário pensar na decoração (que dá mais trabalho)! Se você ainda não sabe o que fazer para decorar a festinha do seu filho, nós já trouxemos aqui no blog um tutorial de como fazer a decoração de festa infantil. Vale a pena olhar antes de começar os preparativos, viu?

Fonte: Best Play

Comidas para festa infantil: Descubra quais opções escolher!

Além de muita diversão e comemoração, uma festa infantil também é o momento de outra coisa que as crianças adoram: comilança! Portanto, ter atenção com os lanchinhos servidos é fundamental para garantir que o evento seja um sucesso e que todo mundo fique feliz e satisfeito.

Servir pequenas porções, ter diversidade na medida certa e apostar em itens clássicos e outros mais saudáveis são algumas dicas infalíveis. Curioso? Então confira mais no restante deste post!

Pense em quem vai estar na festinha

Antes de indicar um cardápio, vale dar essa orientação para a hora de planejar o evento. Existe um erro bem comum que dificulta bastante a organização do cardápio em uma festa para crianças: não considerar o público que vai estar nela!

Isso quer dizer que, por vezes, os pais se preocupam em elaborar um menu super requintado e cheio de opções quando na realidade a garotada prefere mesmo aquele docinho clássico e uma salada de fruta, por exemplo.

Outro ponto que merece atenção é a forma como as comidinhas serão consumidas. O ideal é dispor tudo da forma mais prática possível, facilitando que os pequenos possam comer com agilidade – afinal, eles farão isso enquanto estão em pé e brincando. Além disso, vale caprichar na decoração, usando a criatividade para deixar a mesa dos lanches ainda mais chamativa e divertida.

Dicas do que servir

De forma geral, o importante é agradar o gosto da criança e dos amiguinhos dela, por isso, incluir o pequeno na hora de decidir o que servir é importante. Mas é claro que algumas dicas ajudam a montar o cardápio de uma forma variada e abrangente – tem lanchinho pra todos os gostos!

Doces

Queridinhos da criançada – e, pode admitir, dos adultos também -, os doces são itens praticamente obrigatórios na festinha. Porém, sem exageros, afinal, o excesso de doces não apenas faz mal à saúde dos pequenos, mas também pode deixá-los agitados demais.

Brigadeiros e beijinhos são aqueles clássicos que agradam a maioria, mas há espaço também para incluir opções novas. Uma alternativa mais saudável, por exemplo, são espetinhos de frutas (como o morango) cobertos com calda de chocolate e confeitos.

Salada de frutas

Para equilibrar os docinhos, uma dica de comida natural e nem por isso menos saborosa. Disponha potinhos com pequenas porções de salada de fruta – quanto mais variedade, melhor – ou espetinhos com frutas.

Cada vez mais essas alternativas saudáveis vêm se popularizando entre os pais que buscam cuidar da saúde dos filhos através de uma alimentação balanceada e gostosa.

Minipizzas e hamburguers

Outros itens que costumam ser muito populares em uma festa infantil são minipizzas e, mais recentemente, miniburguers. O tamanho é perfeito para a criançada, pois mata a fome na medida, e também é prático para comer entre uma brincadeira e outra. A forma como os lanches podem ser apresentados também pode variar; vale até espetinho de pizza. A dica é soltar a imaginação!

Salgados

Cachorrinhos, risóles, coxinhas e enroladinhos… Esses são apenas alguns dos clássicos salgadinhos de festa infantil que, independente do passar do tempo, se mantêm populares – e deliciosos. Então, claro, eles não podem faltar na celebração do seu pequeno.

Guloseimas diversas

Para completar o menu da festa infantil, invista em balas, confetes, biscoitos, chicletes e outras guloseimas pequenas e diversas, que além de saborosas, ajudam a dar uma cara ainda mais colorida e alegre para o evento.

Brincadeira de criança: o que não pode faltar na sua festa

A gente sabe que toda mãe e todo pai planejam a festa perfeita para o seu filho. Escolhem o tema com cuidado, passam pelos mínimos detalhes desde o convite até o que vai ser servido. Mas a gente sabe também que o mais importante para os pequenos no dia de comemoração é fazer o que eles fazem melhor: brincar! Por isso, o que não pode faltar numa festa são amigos animados (podem ser 2, 10 ou 50, não importa) e muita disposição pra brincar.

Por isso acreditamos em brincadeiras que façam as crianças interagirem pra valer, e tem pra todos os gostos! Olhe algumas das atividades do Quintal Aventura e inspire-se para a próxima festa.

Faz de conta é sempre uma boa ideia pra entreter as crianças! Pode ter personagens (imagina um chá com as princesas) ou não: um chá com os amigos também é muito divertido! Basta separar alguns brinquedos ou até mesmo utensílios (desde que sejam seguros) e deixar a imaginação correr solta.

Não é nada inovador mas é o tipo de brincadeira que funciona de verdade: artes! Separe papel, ou tela, tinta, lápis, porpurina e o que mais a criatividade permitir e ofereça às crianças. A atividade pode ainda combinar com o tema da festa, com desenhos impressos que combinem com a decoração.

Oficina de jardinagem é uma atividade ótima quando a festa é ao ar livre ou tenha uma varanda. É algo fácil e gostoso de se fazer e ainda dá uma bela lembrancinha!

Fonte: Quintal Aventura

Duração de festa infantil: quanto tempo é ideal?

Seu filho costuma se cansar muito nas festas de aniversário? Talvez seja porque elas demoram muito para acabar. No Brasil, aniversário infantil costuma durar quatro horas, seja em casa ou não. É esse o tempo previsto na maioria dos pacotes de buffets e fornecedores de serviços.Em alguns casos, a comemoração pode se estender por até oito horas. Mas será que aniversário tão longo é bom para a criança?

A psicóloga Egle Bellintani, do Hospital Beneficência Portuguesa (SP), acredita que tudo depende da idade. “Quanto menor a criança, menos tempo ela aguenta. Festa de 1 ou 2 anos com quatro horas de duração é para os pais, e não para o filho”, diz. Nos Estados Unidos e na Europa, os eventos costumam durar entre uma hora (para as mais novas) até três horas (para as maiores). Por aqui, é comum as crianças precisarem tirar um cochilo no meio do evento, para seguir o ritmo. Como sempre, é preciso analisar o perfil da sua família, do seu filho e dos convidados. No caso de dúvida, o equilíbrio é sempre a melhor escolha.

 

 

Fonte: Revista Crescer

Descubra como economizar na festa do seu filho

Muitas mamães me escrevem pedindo dicas para festa infantil, que não gaste muito dinheiro para economizar na festa, mas que fique linda. Até por que não são todos os dias que seu filho faz aniversário e criança ama comemorar o aniversário com os amiguinhos… Você quer registrar essa alegria do seu filho em fotos, filmagem para mais tarde ele poder ter de recordação. Mas sabemos que fazer uma festa não é uma tarefa fácil, é preciso muito planejamento e determinação. Para ajudá-las, separei 12 formas de economizar na festa de seus filhos, vamos lá!

1 – Planejamento é fundamental para economizar na festa

Como disse no início, nada de já pensar em quantidade de doce, salgadinhos, bebidas… vá por etapas. Você precisa se programar com muita atenção para não se complicar em nada e ter tempo suficiente para executar cada passo que escrevi neste postComo planejar a festa infantil em 6 meses,que é bem bacana e onde mostro em cada mês o que você precisa organizar. A dica é pegar um caderninho, ir anotando todas as ideias para a festinha e depois organizar cada ideia no seu devido momento. Feito isso, a próxima etapa para economizar na festa do seu filho é escolher o local.

2 – Faça a festa em casa ou na escolinha

Bom, é complicado escolher entre esses 2 ambientes, há mamães que fazem na escolinha e também fazem em casa, fica a seu critério, mas se quiser dessa forma, tente fazer algo simples na escolinha só para não passar em branco, sabe, um bolinho com algumas guloseimas para dar à criançada e pronto. Na festa em casa você pode pensar em algo mais elaborado.

3 – Selecione a dedo todos os convidados

No caso de escolher fazer em casa, cuidado com a lista de convidados, chame apenas as pessoas próximas, familiares e amigos do seu convívio. Não fique com aquele pensamento de que precisa chamar todos que você conhece, trata-se de aniversário de criança e não de um casamento, e se alguém reclamar de não ter sido convidado, explique delicadamente que foi uma festa para a criançada, para que essa pessoa não fique chateada.

4 – Qual será o tema?

Agora sim! É só checar todas as ideias de festa infantil que tem aqui no blog como este post14 temas de festa infantil que você vai se apaixonar. No final deste post vou deixar linkado vários posts que vão lhe ajudar muito, está bem?

5 – Envie convites por e-mail, Facebook, Whatsapp entre outros

Agora que você já decidiu qual tema será o da festinha, já pode começar a montar o seu convite lindíssimo pela Internet. Nada de gastar dinheiro com convite, hoje em dia a galera está conectada e quem não estiver você liga convidando, simples assim!

6 – Lembrancinhas

Para as lembrancinhas, veja se vai querer algo simples ou algo duradouro.

7 – Lista certa antes de sair de casa

Feito isso, finalmente você pode listar todos os comes e bebes que vai ter na festinha e tudo que irá precisar. Anote tudo e só saia às compras com ela finalizada para não ter distração. No mercado, você pega apenas o que escreveu, por isso essa lista deverá estar impecável, OK?

8 – Na decoração e preparativos, peça ajuda aos familiares e amigos

Na decoração, preparativos, peça às amigas, primas, tias para lhe ajudar em algumas coisas na decoração, sempre tem aquela que arrasa nos docinhos, salgados etc. Tenho certeza de que elas irão lhe ajudar com muito carinho.

9 – Evite fazer coisas complicadas

Nada de fazer aquelas bolos que você nem sabe por onde começar, doces muito elaborados, decoração que dê trabalho, parta para algo simples e bonito, lembre-se: você quer economizar, então nada de complicação.

10 – Atividade para criançada

Prepare algumas atividades para distrair a criançada no dia da festa, ainda mais que será dentro de casa ou na escolinha, pode ser brincadeirinhas que possa seguir o tema escolhido, colorir, fazer origami, algo que você ache legal.