Qual a origem da Festa de Aniversário com bolo e presentes?

Comemorar o aniversário é uma das coisas mais comuns na vida de qualquer pessoa hoje em dia, e nem nos damos conta que tais costumes e celebrações nem sempre existiram da maneira que conhecemos hoje.

Acontece que a festa de aniversário, com direito a bolo, presentes, musiquinha de “parabéns pra você”e tudo mais, é na verdade uma mistura de tradições (algumas até milenares) que surgiram e foram sendo incorporadas pouco a pouco em nossa cultura.

Para explicar as tradições das festas de aniversário separamos cada item, e assim criamos uma superlista com as explicações mais bem aceitas pelos historiadores para a origem de cada detalhe da comemoração como temos hoje em dia.

Acompanhe nossa superlista sobre as tradições de aniversários e se surpreenda:

O surgimento do aniversário

Na Grécia antiga já existia a tradição de se comemorar o dia do nascimento fazendo oferendas a deusa Artemis (deusa grega da fertilidade e da Lua). Tratava-se de um tipo de oferenda que visava agradecer a deusa para que ela continuasse a prover dádivas e boa sorte no futuro.

A comemoração do dia do aniversário

A tradição de fazer oferendas chegou até a Roma antiga, onde havia a crença que, na data do aniversário, espíritos malignos vinham roubar a alma do aniversariante. Os antigos romanos começaram a acreditar que a reunião de pessoas (em um tipo de vigília), mais o oferecimento de “presentes” aos espíritos poderiam aplacar os “anjos malignos”, e assim surgiram as primeiras tradições que são comuns nas festas de aniversário que conhecemos hoje.

O Bolo de Aniversário

Seguindo as tradições das oferendas aos espíritos malignos, outros costumes começaram a ser incorporados às comemorações de aniversários. Uma antiga tradição da Grécia antiga contava com o preparo de tortas circulares a base de pão e mel, que representavam a lua cheia e homenageavam a deusa Artemis (deusa grega da fertilidade e da Lua). A receita do “bolo grego” acabou se popularizando e se espalhando para outras culturas, dando origem ao bolo de aniversário  que conhecemos hoje.

A vela sobre o bolo de aniversário

Os gregos costumavam colocar uma ou mais velas sobre o bolo oferecido a deusa Artemis, simbolizando o brilho da Lua. Outras crenças acreditavam que a vela espantava os maus espíritos e que sua fumaça levava as preces até o céu. Posteriormente a ideia “pegou”, e a tradição continua até hoje.

Festa proibida pela Igreja Católica

A tradição de se fazer festas de aniversário foi inicialmente considerada um costume pagão pela Igreja Católica e ficou proibida por muitos séculos, sendo liberada apenas por volta do século 5 com o início das celebrações do nascimento de Jesus.

A festa de aniversário

A comemoração de aniversários com festas só se tornou comum no Ocidente a partir do século 19, quando, na Alemanha, foi organizado um festival comemorativo coletivo, que acabou se tornando uma nova tradição que se espalhou pelo mundo.

A música do “Parabéns pra você”

O “Parabéns a Você” é uma adaptação da música “Bom Dia a Todos”, que foi criada no fim do século 19 por duas irmãs professoras em uma escola de Louisville, nos EUA. A letra de “feliz aniversário” da versão brasileira só surgiu em 1942, composta pela poetisa Bertha Celeste Homem de Mello.

Fonte: Curto e Curioso

4 ideias de bolos decorados para usar na sua festa infantil

Quando você pensa em festa de aniversário, qual é a primeira coisa que lhe vem à mente e que você tem certeza que encontrará nesse evento? Um belo bolo para cantar parabéns, não é mesmo? Vamos ser sinceros, não existe uma festa de aniversário de verdade sem um bolo para as pessoas poderem celebrar a data.

Para festas infantis, o bolo é um item praticamente indispensável tanto para a decoração quanto para a animação da festa. As crianças adoram ver e provar bolos diferentes, e consideram essa parte da festa praticamente a mais importante de todo o ritual de aniversário. Se você está querendo organizar uma festa infantil inesquecível para o seu filho, o bolo certamente não pode faltar.

Por isso, separamos 4 ideias de bolos decorados para você deixar o seu evento ainda mais divertido e especial!

1 – Filmes da Disney

Talvez a opção mais clássica para quem deseja ter um bolo temático em sua festa infantil, os bolos elaborados com personagens da Disney! São muitas as opções que você pode se inspirar, como Rei Leão, Aladdin, Cinderela, a Bela e a Fera e muitos outros clássicos do estúdio são um dos favoritos das crianças para decorar a mesa de doces da sua festa.

2 – Minions

Os Minions são aqueles personagens amarelinhos do filme “Meu Malvado Favorito” e que se tornaram um dos maiores sucessos do momento quando falamos de animação. Além de conquistar todas as crianças com seu jeito divertido, os Minions também são um grande sucesso entre adultos, que se encantaram com suas trapalhadas. Optar por ter um bolo temático dos Minions em sua festa é garantia de satisfação e sucesso! Que tal escolher um que tenha o formato do corpinho desses personagens? Seria incrível!

3 – Peppa Pig

Se você é mãe ou pai de uma criança com menos de cinco anos, provavelmente já deve ter ouvido falar da Peppa Pig. A Peppa é a mais nova queridinha entre as crianças pequenas — ultrapassou a repercussão de outros programas de TV, como a galinha pintadinha e o Patati-Patata na lista dos favoritos dos pequenos. Para quem vai fazer uma festa infantil para crianças nessa faixa etária, optar por fazer um bolo temático da Peppa Pig pode ser uma boa ideia!

4 – Lego

Seu filho assistiu ao filme “Uma Aventura Lego” e ficou fascinado com uma das animações mais legais lançadas em 2014? Aproveite esse interesse em um dos brinquedos mais populares do mundo e crie um bolo temático com Lego para a sua festa intantil! Temos certeza que esse bolo vai conquistar não somente as crianças, mas também os adultos convidados para esse evento — ele pode simular a montagem de um lego!

A escolha do bolo decorado para sua festa infantil tem que estar de acordo com o tipo de evento que você quer organizar e, é claro, com o desejo do seu filho. Não se esqueça que, além de se atentar aos detalhes da decoração do bolo, você deve cuidar para que a receita não leve muito açúcar — pasta americana leva bastante esse ingrediente. Além disso, procure saber se algum dos convidados tem alergia, como a glúten ou lactose e elabore alguma opção diferente de aperitivo para eles.

Fonte: Montagem de Buffet

4 Dicas para escolher o tema da sua festa infantil

Oh dúvida cruel! Boneca ou bailarina? Circo ou fazendinha? Safari ou futebol? De fato a escolha de tema de festinhas infantis é uma saga e, em meio a tantas opções disponíveis, os pais podem acabar perdidos e confusos diante das infinitas possibilidades. Ficou curioso? Então vem com a gente!

1 Considere a faixa etária da criança

O requisito básico para escolher a temática da festa infantil consiste em considerar a idade da criança. Antes dos 3 anos, a decisão do tema é uma exclusividade dos pais. No máximo, as avós e a decoradora podem dar um pitaco aqui e acolá. Mas o bater do martelo é sempre da mamãe ou do papai.

Na fase da primeira infância, o bacana é escolher temas mais lúdicos, que rendam boas fotos, agradem os convidados e combinem com o aniversariante. Para meninas, temas como bonecas, flores, cupcake e bichinhos (joaninha, abelha e borboleta) são praticamente infalíveis. Já para os meninos entre 1 e 2 anos, as temáticas mais recorrentes e bem sucedidas são a famosa fazendinha, safari e circo. Outra boa pedida é investir em temas que sirvam para ambos os sexos, como catavento, céu, pintando o 7 e pizzaria. A papelaria personalizada nesses temas mais alternativos fica um charme!

2 Dê voz ao seu filho

A partir dos 3 anos de idade, a tendência é que os aniversariantes comecem a escolher os temas de suas festas. Eles costumam decidir de acordo com os seus gostos pessoais e as suas vivências. Sendo assim, a afinidade com uma cor, um lugar ou um personagem podem ser determinantes para que a criança prefira um tema ao invés de outro.

Há casos também em que o sonhos infantis influenciam essa escolha. É o que ocorre com as meninas que sonham pelo menos por um dia se transformar em princesas. Também é o caso de meninos que querem ser pilotos, jogadores ou astronautas quando crescerem. Se o seu filho sinalizar a preferência por algum tema específico, dê asas e voz à imaginação dele. Ao acatar o tema (se for um tema plausível, é claro), o seu pimpolho vai ficar feliz, realizado e automaticamente vai curtir mais a festinha.

3 Seja original e criativo

Se você não gosta de nada comum, crie uma temática original e desenvolva o conceito da festa em cima desse tema. Atualmente não há muitas regras no universo das comemorações e, com uma dose de bom gosto e criatividade, é possível fazer uma festa linda com um tema inusitado. Não tenha medo de ousar! Apenas tome cuidado para não exagerar e acabar escolhendo um tema que não dialogue com a realidade da criança.

4 Fique por dentro das tendências

Se você escolher um tema que está em alta, talvez tenha que pagar um pouco mais caro pela festa, mas, por outro lado, encontrará os acessórios e elementos decorativos com mais facilidade. Como se não bastasse, optar por um tema tendência é sucesso garantido. As crianças adoram! Prova disso são os animados arraiás infantis nos períodos de festas juninas e também os aniversários com temas futebolísticos, embalados pelo clima da Copa do Mundo.

Fonte: AuguriFestas

Confira algumas dicas do que não pode faltar em uma festa infantil!

Aniversário de criança é sempre divertido, inclusive para os adultos. Mas às vezes, na hora de organizar a festinha faltam ideias para agradar os convidados ou surpreender o aniversariante.

Na hora de escolher a decoração, a tendência é apostar nos balões. Claro que eles já são indispensáveis nas festas há muito tempo, mas agora se tornaram personagens principais e dominam a decoração. Aparecem na entrada em forma de personagens que podem até ser maiores do que os aniversariantes, nas escadas e até substituindo as flores verdadeiras em arranjos de mesa. A dica é boa porque cabe em todos os bolsos.

Criança gosta é de brincar então quando se pensa em festa infantil o que acaba se tornando mais importante para elas é a decoração e a atração de brincadeiras

É ideal escolher um tema que combine mais com a idade da criança. Em festas de um aninho as crianças ficam cansadinhas e enjoadinhas, fica complicado escolher um tema para festa, pois como as crianças são muito pequenininhas, normalmente elas nem chegam a aproveitar a festa, por isso é ideal ser sensato, pois para crianças de um aninho não vale a pena fazer festa com brinquedos, pois isso vai agradar somente os convidados.

Festa infantil não pode faltar

– Balões muito coloridos;
– Brincadeiras;
– Balão surpresa com brinquedinhos;
– Músicas (de crianças), não as que os pais gostam afinal a festa é da criança;
– Docinhos;
– Velinhas com efeitos;
– Lembrancinhas;
– Bolo decorado;
– Decoração da mesa principal;
– Fachadas temáticas;
– Bebidas de crianças, ou seja, sucos, refrigerantes, e coquetéis sem álcool;
– Animação e agitação;
– Brinquedos para entreter as crianças;
– Salgadinhos;
– Garçons;
– Bebidas de adultos;
– Palhaços, mágicos, recreacionistas (opcional);
– Fotógrafos;
– Filmagens;

– e muito mais.

Fonte: Portal Tudo Aqui

Benefícios que a música proporciona às crianças na sua festa infantil

Musicalização

No livro “A Alegria de Ensinar”, o escritor e cronista Rubem Alves diz: “Se fosse ensinar a uma criança a beleza da música não começaria com partituras, notas e pautas. Ouviríamos juntos as melodias mais gostosas e lhe contaria sobre instrumentos que fazem a música”.

Ensinar a experiência e o sentimento antes da prática é um dos conceitos presentes na musicalização.  Cleber Alves conta que a musicalização ensina os elementos de linguagem sem se preocupar com a parte técnica do instrumento. Nela a criança começa a perceber elementos como pulsação e forma, por meio de atividades gostosas. “Quando se faz esse tipo de atividade há um contato dirigido da criança com a música, e o intuito é que ela preste atenção nesse elemento”, conta ele.

A musicalização pode ser feita com bebês de 1 ano até crianças de 10 anos – idade em que elas costumam ser direcionadas ao aprofundamento do aprendizado. Cada faixa de idade tem um tipo de atividade, e a ideia é que a criança faça parte de uma rotina prazerosa. “Nosso trabalho é para que o aluno aprenda a prestar atenção em um determinado elemento da linguagem musical e vá se familiarizando com ele para, quem sabe, se interessar por um instrumento específico”, ressalta o coordenador da escola Companhia das Cordas.

Vale lembrar que a musicalização infantil realiza um trabalho que pode anteceder os estudos direcionados a um instrumento, mas não é necessário passar por ela para depois aprender a tocar algo. O que acontece é que nesse ambiente as crianças fazem uma imersão em diferentes sons, ritmos e melodias e têm contato com brinquedos como apitos e chocalhos até itens mais elaborados, como flauta doce, xilofone, violão, bateria, e muitos outros instrumentos tocados pelos professores.

Coordenação motora

Você pode até achar um exagero, mas só o fato de a criança conseguir segurar um instrumento sozinha já é uma forma de ela desenvolver e exercitar a motricidade fina – capacidade que permite usar os pequenos músculos do corpo – e a motricidade grossa, que consiste na utilização de músculos grandes do corpo – como movimentos de braços e pernas.

Os especialistas explicam que essas duas habilidades podem ser trabalhadas em instrumentos de corda e piano, por exemplo, pois pedem que as mãos executem diferentes ações ao mesmo tempo. E o aprimoramento da coordenação motora vai se aprimorando com o tempo. É uma conquista que a criança alcança sozinha, com o esforço e trabalho dela.

Criatividade

 Um dos principais alicerces da música é a criatividade. Cartola não tinha nenhum conhecimento de teoria musical quando compôs a canção “O Mundo é um Moinho”, uma das mais bonitas do repertório brasileiro. Já os músicos da banda britânica Queen tinham muito conhecimento musical, mas não contavam com muitos recursos tecnológicos nos anos 80 e gravaram as vozes dos seus quatro integrantes inúmeras vezes para passar a impressão de que haviam muitas pessoas cantando “Bohemian Rapsody”. Tudo na base de muita criatividade e conhecimento de suas capacidades.

O gerente da escola Yamaha Musical do Brasil, Aoki Tadanori, conta que seus alunos são estimulados desde pequenos a criarem arranjos, composições e improvisações. “É muito bonito e gratificante ver nossos alunos de 4 anos criando acordes com duas notas ou músicas com poucas palavras. É uma grande conquista para eles”, completa.

Então, não esqueça da música!

Fonte: Pai & Filhos, UOL

Veja 15 dicas do que servir no cardápio de uma festa infantil

Você está querendo organizar uma festa infantil à tarde? Então saiba que um dos primeiros preparativos é escolher o que servir aos convidados. Esse tipo de evento, voltado para crianças, requer muito cuidado na escolha do cardápio, pois os pequenos possuem um paladar bem exigente.

A festa infantil pode ser organizada para comemorar aniversário, celebrar o dia das crianças ou festejar alguma outra data especial, como é o caso do Halloween. Para que o evento fique inesquecível, o organizador precisa preparar a lista de convidados, escolher o tema da festa, pensar nas atividades de entretenimento, planejar a decoração, confeccionar as lembrancinhas e, é claro, definir o melhor cardápio.

Cardápio para festa infantil à tarde

O ideal é que o cardápio de festa infantil à tarde seja definido com 3 meses de antecedência, pois assim é possível pesquisar os fornecedores e fazer as encomendas com mais segurança.

De acordo com as recomendações de um buffet infantil, cada convidado come em média 15 salgadinhos, 6 doces, 150g de bolo, 500 ml de suco ou de refrigerante. Esse cálculo vale para pessoas a partir de seis anos de idade.

Na hora de preparar o cardápio da festa, dê preferência aos doces e salgados que agradam o paladar da maioria das crianças. Evite sabores exóticos ou muito elaborados. Outra dica importante é criar miniaturas dessas delícias, pois assim elas cabem perfeitamente nas mãozinhas dos pequenos.

1 – Enroladinho de salsicha

O enroladinho de salsicha é uma comida perfeita para incluir no cardápio da festa infantil. Semelhante ao hot-dog tradicional, ele também pode ser recheado com batata palha. Sirva essa delícia com diferentes opções de molho, como katchup e mostarda.

2 – Mini hambúrguer

Os lanches em miniatura fazem muito sucesso nas festas infantis, como é o caso do mini hambúrguer. O hamburguinho leva pão com gergelim, carne e queijo. Ele pode ser servido com porções individuais de batata-frita e molhos variados.

3 – Batatinhas temperadas

Ao invés de servir porções de batata-frita, os pais podem apostar numa versão mais saudável, ou seja, a batatinha temperada. É um aperitivo saboroso e que promete agradar o paladar dos pequenos.

4 – Legumes cozidos em copinhos

Você quer tornar o cardápio da festa infantil saudável? Então invista nos legumes cozidos. Isso mesmo! Cozinhe cenouras baby e legumes. Depois, faça pequenas porções em copinhos transparentes e sirva com algum molho caseiro. Os legumes coloridos com certeza vão despertar a vontade da criança de experimentar.

5 – Pirulito de pizza

O fast food é uma escolha certeira no cardápio, mas vale a pena inovar a forma como as comidinhas são preparadas. O pirulito de pizza, por exemplo, é uma sugestão interessante para quem quer surpreender e fazer sucesso com as crianças.

6 – Mini churros

Os mini churros aparecem entre os melhores doces para servir na festa infantil à tarde. Eles são preparados com uma massa doce saborosa e podem contar com diferentes tipos de recheio, como doce de leite e Nutella.

7 – Cupcakes

As crianças amam cupcakes! Por isso não dá para abrir mão desse doce na festa infantil. O bolinho pode ser preparado de acordo com o tema da festa e ganhar uma decoração especial. Em alguns casos, os cupcakes confeitados podem se transformar em lembrancinhas comestíveis.

8 – Espetinhos de frutas

Você quer satisfazer o paladar das crianças com uma sobremesa saudável? Então nada melhor do que servir espetinhos preparados com frutas picadas. Use morangos e uvas, pois são as frutas prediletas dos pequenos. Para tornar o doce ainda mais apetitoso, cubra com uma camada de chocolate.

9 – Pop-cake

Você já ouviu falar no pop-cake? Pois saiba que esse doce é uma verdadeira tendência nas festas infantis. Trata-se de um bolo no palito, normalmente revestido com uma cobertura saborosa e decorado com confeitos coloridos. É uma ótima pedida para substituir os tradicionais brigadeiros e beijinhos.

10 – Panqueca

A panqueca, seja ela doce ou salgada, é uma opção diferente e saborosa para servir na festa infantil. Recheios como brigadeiro, Nutella, beijinho e morango são os mais apreciados.

11 – Minipretzels

Os pequenos convidados adoram pretzels? Então nada melhor do que preparar versões em miniatura dessa massinha. O resultado é um petisco saboroso e crocante.

12 – Minitortas

Assim como o pirulito de pizza, a minitorta pode ser preparada no palito. Ela fica bem parecida com o velho e bom crepe.

13 – Suco

Sirva sucos coloridos em charmosas garrafinhas de vidro. Procure valorizar as cores do tema da festa, para cativar ainda mais os convidados. Os filtros de vidro também representam uma ótima opção.

14 – Chocolate quente

Caso a festa infantil esteja acontecendo em uma tarde de inverno, vale a pena servir um delicioso chocolate quente. Capriche no preparo da bebida e incremente com chantilly.

15 – Milk-shake

Em busca de bebidas para servir na festa infantil? Então substitua o tradicional refrigerante pelo milk-shake. Os sabores de chocolate e morango são os mais apreciados pelas crianças.

Fonte: Casa Festa

Qual a importância da fotografia em festa infantil?

A importância da fotografia na festa do seu filho, é vista depois do dia da Festa. Quando as flores murcham, o que foi alugado é devolvido, o DJ para de tocar, a decoração é retirada, seus amigos e familiares vão embora. Mesmo aquele lugar lindo onde foi realizada a festa já não está mais tão belo quanto antes. Depois de tudo isso, o que sobrará do dia mais importante da sua vida? Sem dúvidas, apenas lembranças e fotografias. Os sorrisos sinceros fotografados, a alegria dos amigos e família e sem dúvida isso fará parte da festa do seu filho.

A cobertura fotográfica é o gasto mais importante de uma festa infantil

Por isso é muito importante que os pais pensem com carinho antes de escolher o fotógrafo, pois esse gasto não é uma despesa, mas sim um investimento. Escrevo isso porque as fotos não serão motivo de alegria e comemoração apenas no dia, mas seu valor aumentará com o passar do tempo.

É um fato científico que nossas memórias diminuem com o passar dos anos que grande parte delas será esquecida em algum momento. Felizmente, elas podem ser renovadas e até mesmo se tornarem mais maravilhosas através das imagens captadas por um fotógrafo profissional.

Um bom fotógrafo registrará toda a beleza, emoção e carinho. Seu filho se divertindo, brincando, recebendo o afeto dos avós, padrinhos, tios e dos amiguinhos. Deixe esse trabalho para um Fotógrafo registrar, curta a festa e seus familiares sem se preocupar com isso.

Através das fotos e do álbum você poderá reviver o dia da Festa de Aniversário e sentir todas aquelas sensações mais uma vez. O álbum de Festa Infantil é insubstituível (na verdade, é um tesouro pessoal). Definitivamente o gasto com fotógrafo não será uma despesa como outra qualquer, mas sim um ótimo investimento!

Fonte: Elaine Cerqueira Fotografia

6 dicas para vestir a filha adequadamente para a festa infantil

Se muitas mulheres já dedicam horas para planejar a produção ideal para um evento, imagine a dedicação necessária na hora de pensar nos looks para festa infantil para vestir sua pequenininha! Além de acompanhar os adultos em diversas comemorações, à medida que as meninas crescem, a tendência é que elas tenham sempre a agenda lotada nos fins de semana com festas dos coleguinhas.

Não existe nada mais fofo do que criança com roupas de festa, não é mesmo? Dá vontade de tirar mil fotografias! Quando chegam ao evento, elas ganham logo atenção no salão e todos ficam encantados. Portanto, é essencial garantir que sua filhota esteja bem linda e com um visual impecável para não fazer feio nesse momento.

Entretanto, vale lembrar que, para as crianças, festa é sinônimo de diversão e, muitas vezes, é impossível mantê-los parados por muito tempo. Assim, como deixar sua princesa super bem vestida sem deixar de lado o conforto e a praticidade? Confira 6 dicas de looks para festa infantil que vão deixar sua pequena com o visual dos sonhos!

1. Escolha o look que combine com o evento

O tipo de evento é o ponto de partida para montar um visual. Afinal, uma festa infantil mais relaxada, em clima de família, e outra em um salão, com buffet, pedem roupas completamente diferentes. Leia o convite com atenção e observe o que ele diz. A festa é à fantasia? Então comece a pensar em um visual bem lindo e criativo para sua pequena!

Festas mais simples pedem uma produção mais despojada e confortável, que pode incluir leggings, bermudas, jeans, shorts ou saias. Conjuntinhos, macacões ou jardineiras, sobretudo os estampados, são opções lindas, ótimas para brincar e, ao mesmo tempo, cheias de estilo! Nos pés, um tênis descolado, ou sandálias com solado antiderrapante, dão mais segurança para as brincadeiras.

Para comemorações mais formais, não pense duas vezes: eleja um belo vestido com uma sapatilha de verniz e sua filha ficará uma boneca!

2. Saiba unir conforto e estilo

O bem-estar da sua filha deve vir em primeiro lugar sempre na hora de montar looks para festa infantil. Uma roupa pode estar linda e arrumada, mas, dependendo do caso, pode irritar a criança e atrapalhá-la na hora de brincar.

Para garantir o conforto, prefira peças que se ajustem bem ao corpo da criança, sem estarem apertadas ou largas demais, para não dificultar os movimentos. Além disso, tenha atenção à escolha dos tecidos.

Tecidos mais leves são ideais para dias de calor, enquanto que os mais encorpados são uma boa escolha para eventos à noite ou dias de frio. Prefira fibras naturais como algodão, tricoline, seda, entre outros, pois essas deixam a pele respirar.

O clima também conta

Ademais, esteja sempre preparada para mudanças do tempo ou ar condicionado forte. Mesmo se estiver quente, leve um casaquinho ou bolero que combine com as outras peças para que sua boneca não sinta frio.

Existem várias opções de roupas que são muito confortáveis sem sequer perder o estilo. Peças forradas com aplicações de bordados, brilhos e lantejoulas são encantadoras e, em geral, não incomodam as crianças.

Estampas também são um show à parte e deixam o visual das meninas cheio de graça. Avalie os modelos que encontrar e apenas tome cuidado para não escolher itens que deixem o visual muito carregado ou poluído.

3. Considere a idade e personalidade da menina

Quando a menina ainda é bebê, a escolha da roupa fica a cargo da mãe. Nessa fase, o fator conforto, como falamos antes, é ainda mais crucial, uma vez que se a pequena estiver incomodada com as peças, pode começar a chorar ou querer retirar algum item.

Agora, meninas crescidas já começam a expressar suas preferências e sua personalidade. Crianças são extremamente honestas e, se não estiverem felizes com o look, a verdade vai transparecer na atitude delas.

Sua filha pode opinar também

Toda mãe quer ver sua filha feliz, portanto envolva as meninas do processo de escolha do visual da festa. Explique a importância de certas regras de etiqueta caso ela insista em usar uma roupa inadequada para um evento formal, por exemplo, e, aos poucos, você vai ajudar a formar sua pequena fashionista!

Mesmo assim, entenda que é importante respeitar a individualidade dela, então esteja preparada para abrir mão da sua peça favorita em detrimento de outra que ela goste mais. O importante é vê-la alegre e com um sorriso no rosto!

4. Na dúvida, opte por um belo vestido!

Vestidos são grandes curingas no guarda roupa das mulheres desde que elas são bem pequenas! São peças femininas, confortáveis e que podem ser usadas em inúmeras ocasiões.

Se sua filha adora essa peça versátil, invista em uma boa seleção de vestidos mais soltinhos, fluidos e com um pouco de volume na saia. Assim, ela sempre terá uma opção para ir bem vestida e elegante a qualquer festa.

Eventos mais formais pedem um vestido mais elaborado. Aposte em modelos com renda, bordados e saia de tule. Não existe nada mais lindo! As meninas ficarão com um visual digno de princesa e serão grandes destaques da festa!

Para os dias frios, aposte em casaquinhos com renda ou de tricô e meia calça para aquecer e complementar o vestido. É um conjunto muito charmoso e infalível!

5. Preveja acidentes

Quando a diversão corre solta, acidentes podem acontecer e comprometer aquele lindo look de festa. Portanto, é sempre bom estar preparada e levar uma muda de roupa extra, caso seja necessário.

Se sua filha é do tipo aventureira, que gosta de correr e que, geralmente, acaba se sujando muito durante a festa, considere levar outra opção de “traje principal” na bolsa. Assim, na hora dos parabéns, você conseguirá vesti-la novamente e, assim, ela não aparecerá nas fotos toda suada e desarrumada.

6. Não se esqueça dos acessórios!

Incremente o visual das meninas com lindos acessórios no cabelo e penteados divertidos. Tranças, rabos de cavalo e coques podem ser arrematados com laçarotes ou presilhas com brilho.

Se preferir deixar o cabelo solto, opte por uma tiara. As que possuem um adorno em formato de coroa são as favoritas entre as meninas. Esse acessório, em conjunto com um lindo vestido, fará com que as pequenas realmente se sintam como parte da realeza!

O ritual de se arrumar para um evento é muito divertido, e fazer isso com sua filha torna tudo ainda mais especial. Portanto, siga nossas dicas e aproveite essa fase mágica da sua linda princesa!

Fonte: Vestido Infantil

Presentes para cada faixa etária infantil: como não errar?

Cada faixa etária infantil apresenta interesses diferentes, por isso é importante levar essas características em conta na hora de comprar um presente para oferecer o máximo de diversão e satisfação aos pequenos.

Confira abaixo algumas dicas para saber comprar o presente certo para cada faixa etária infantil e sempre acertar em cheio!

Até 1 ano

Nessa idade, as crianças costumam colocar tudo na boca. Por isso é importante optar por brinquedos que não façam mal. É importante também brinquedos que emitam sons suaves e tenham design de cores delicadas. Bebês com mais de 6 meses de idade também podem se beneficiar de brinquedos que buscam estimular a coordenação motora.

Os bebês costumam se divertir muito com brinquedos com texturas diferentes e que estimulem os seus sentidos. Eles gostam de bater, jogar, apertar e geralmente brincam sozinhos. Os presentes até essa fase devem ser leves, antialérgicos e não devem soltar tinta.

Exemplos: móbiles, brinquedos de borracha que emitem som, livros de pano, cubos para embilhar, ursos de pelúcia, chocalhos e bichinhos de borracha para usar na banheira durante o banho.

De 1 a 2 anos

Nessa faixa etária, os bebês geralmente começam a andar. Por isso, nessa fase também se inicia a interação com outras pessoas, crianças e adultos. Entretanto, elas ainda costumam levar os brinquedos à boca, então é importante optar por presentes que não sejam muito pequenos e engolidos.

É importante optar por presentes que permitam a socialização com outras crianças. Opte também por presentes de brinquedos que permitam associações: uma bola, por exemplo, mostrará que ao bater no chão volta para suas mãos. E isso irá estimular o seu desenvolvimento cognitivo.

Exemplos: Nessa idade, as crianças ainda podem se divertir com os brinquedos adquiridos anteriormente. Mas ao optar por novas opções de presentes, dê preferência aos brinquedos de montar e caixinhas com objetos dentro para tirar e colocar de volta.

De 2 a 3 anos

Essa idade é perfeita para presentes que induzam movimento, como triciclos. Instrumentos musicais infantis, como pandeiros e pianinhos também ajudam a desenvolver a região motora das crianças. As crianças dessa faixa etária costumam ser bastante curiosas, então não deixe de dar presentes que estimulem essa característica.

Exemplos: CDs de músicas infantis para dançar e cantar, livrinhos de histórias, trenzinhos, carrinhos de boneca etc.

De 3 a 5 anos

Nessa fase, vale investir em presentes que estimulem a criatividade das crianças. Os livros de historinhas e bonecos continuam sendo uma boa opção de presente. Os brinquedos de montar e desmontar podem ser mais elaborados a partir dessa idade. Por não ser mais uma fase de levar objetos à boca, os brinquedos podem conter partes menores.

Exemplos: Bolas, pás e baldes, bonecas, quebra-cabeças, jogos de memória, panelinhas, casinhas, livros de colorir e livros de histórias que possam ser acompanhadas com figuras.

De 5 a 7 anos

Essa é uma boa época para trabalhar o raciocínio da criança. O equilíbrio começa a ser melhor desenvolvido também nessa época, por isso bicicleta com rodinhas se mostram uma boa opção. Os brinquedos de montar e desmontar, além de jogos de memória continuam sendo ótimas opções de presentes, e a partir de agora podem ser mais complexos.

Exemplos: Massa de modelar, quadro-negro com giz (branco ou coloridos), jogos de memória, Lego, bicicleta, patinete, corda para pular, jogos de tabuleiro, livros, bolas de gude, calculadoras, óculos de mergulho etc.

A partir dos 7 anos

Os recursos cognitivos das crianças a partir dos 7 anos permitem uma gama muito maior de presentes. Dos 7 anos até o fim da infância e início da pré-adolescência, as crianças podem se divertir com jogos de tabuleiro, jogos eletrônicos, patins, bicicletas e muito mais.

Exemplos: Jogos de mesa, jogos de tabuleiro, jogos eletrônicos, lupa, luneta, livros, bicicletas, brinquedos para montar, carrinhos de corrida etc.

Fonte: Presentes para Crianças

Quais brinquedos o Buffet deve ter para uma festa infantil

Faça seu buffet para festa infantil render mais dinheiro com as dicas que separamos para você. Toda criança adora brincar, por isso a primeira coisa que você precisa investir é em brinquedos que as crianças gostem, eles precisam ser de acordo com a idade das crianças e precisam ficar em ambientes separados para que as crianças não se misturem e acabem se machucando.

Conheça alguns brinquedos que podem ajudar você a ganhar dinheiro com um  buffet para festa infantil:

Brinquedão: Esse brinquedo tem esse nome por causa do seu tamanho, ele é a junção de vários outros brinquedos como escorregadores, piscina de bolinha, e obstáculos. É uma ótima opção para você economizar espaço e ja possuir três brinquedos juntos.

Cama elástica: A cama elástica podem ser usada por todos, principalmente pelas crianças, diversão garantidas durante toda a festa. Existem vários tamanhos de cama elástica, a maior delas possui cerca de 4 metros de diâmetro.

Parede escalada: Esse brinquedo é ideal para as crianças que adoram aventura. Ela pode ter até 3 metros de altura e acompanha um kit de escalada, esse kit acompanha uma cadeira de escalada, um freio para a segurança, dois mosquetões, uma malha rápida e uma corda elástica.

Video game: Para as crianças que menos agitadas e preferem brincadeiras mais tranquilas o Wii da Nintendo e o Kinect do Xbox são ótimas opções de jogos para entreter a criançada maior além de ser um brinquedo seguro em que todas as crianças podem se divertir.

Carrossel: O brinquedo pode ser utilizado por crianças com idade a partir de 6 meses, ele possui assentos coloridos e pode ser temático com a decoração que você quiser. Ele fica sobre uma plataforma que gira em sentido horário utilizando um sistema mecânico, ele requer um pouco mais de manutenção que os demais, mas todos iram adorar este brinquedo.

Área infantil:  Essa área é especificamente para crianças até 4 anos de idade, o chão precisa ser acolchoado para as crianças não se machucarem e não ficarem em contato direto com o piso gelado. Os brinquedos desta área precisam ser de acordo com a idade das crianças para elas não se machucarem

Buffet para festa infantil – Dicas de segurança

Para que o seu buffet para festa infantil seja um grande sucesso nenhuma criança poderá se machucar, por isso você deve se preocupar e muito com a segurança delas, os seus supervisores precisam ser muito bem treinados e precisar estar atentos a tudo que acontece ao seu redor. Separamos para você algumas dicas de segurança:

A maioria das crianças que se machucam são vítimas de queda, para evitar esse problema o seu buffet para festa infantil precisa ter um revestimento macio no chão, com tatames ou um tipo de grama sintética que além de tornar o chão mais macio ainda evita que as crianças escorreguem então estão se divertindo. A grama natural não é indicada pois depois de um tempo ela fica escorregadia e torna a queda mais fácil. O minimo indicado é que cada brinquedo tenha ao seu redor um piso macio com 1,8 m de extensão, se o brinquedo for móvel esse tamanho aumenta para 2,5 m. Se o seu chão for de areia é preciso ter no minimo 30 cm de areia fofa.

Antes de sair comprando os brinquedos faça uma pesquisa sobre os tamanhos deles e verifique se iram caber no seu espaço, entre cada brinquedo é preciso ter um espaço minimo de 1,8 m  por medida de segurança.

Seguindo essas dicas o seu buffet para festa infantil será um grande sucesso. Lembre-se segurança em primeiro lugar, cuide das crianças como se fossem suas e mantenha os seus supervisores sempre treinados para melhor atender os seus clientes.

Fonte: Hammer Time